Esta mãe de 23 anos já está “morta”. Mas então eles colocam sua bebê em seu peito.




 Mas a enfermeira Ashley Manus tem, de repente, uma ideia genial: “Nós sabemos que, para um recém-nascido, o contato com a pele da mãe pode ser muito útil –  então por que isso não funcionaria ao contrário?” Em seguida, os médicos pegam a bebê nua e a colocam no peito da mãe em coma. “Eu tinha esperanças de que Shelly ainda estivesse entre nós e que, ao sentir sua filha e seu coração, ela fosse despertada por seus instintos maternos”, explica a enfermeira. Mas assim que a bebê Rylan toca sua mãe, ela continua dormindo pacificamente. “Nós fizémos cócegas nela e até demos alguns pequenos beliscões”, conta o pai Jeremy. “Estas tentativas duraram 10 minutos, até que ela deu um grito alto.”


E o inacreditável acontece: “Vimos o monitor cardíaco mostrar um sinal de vida. Os gritos tinham trazido Shelly de volta. Minha esposa voltou para nós!”, lembra Jeremy com lágrimas nos olhos. Em seguida, a condição de Shelly ficou estável. Depois de uma semana, a jovem acordou completamente do coma e pode, finalmente, pegar sua bebê nos braços. “Olhei para o rosto de Rylan e pensei que ela era a bebê mais linda do mundo”, diz Shelly. “Eu sei que todas as mães dizem isso, mas nós duas passamos a ter uma conexão especial depois de tudo o que aconteceu.”
 

 A pequena e fofa loirinha acaba de celebrar seu 1º aniversário. “No ano passado eu lutei pela minha vida e este ano tenho uma filha maravilhosa com 1 ano de idade”, conta Shelley. “Quando ela crescer, eu vou lhe dizer que ela salvou minha vida.”

Fonte: Curiosidades; Noticias Urgentes Web
 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário