Mãe que quase morreu no parto passa 15 dias ao lado de bebê morto antes de dar adeus

Lynsey de Bell, de 32 anos, pediu pra hospital manter criança em sala fria




Depois de descobrir que seu bebê estava morto em sua barriga, Lynsey de Bell, de 32 anos, pediu para passar um tempo com seu o menino, antes do funeral.
De acordo com site Daily Mail, ela recebeu a notícia de que seu filho estava morto, depois de ter sido levada às pressas ao hospital por ter passado mal. 



A mulher ficou dois dias em coma. Quando acordou, ela pediu que pudesse passar um tempo ao lado de seu bebê.
Para isso, os enfermeiros do hospital colocaram o pequeno Rory em uma sala fria.
— Meu único medo era deixá-lo ficar muito quente. Eu queria preservar o meu menino por tanto tempo quanto nós poderíamos.



O casal em luto trocou a fralda do bebê, embalou o filho nos braços, antes de dar adeus.
— Rory era meu filho. Eu precisava cuidar dele, eu precisava conhecê-lo, antes de me despedir.
Lynsey disse que, no começo, teve medo de olhar para o seu filho.
Mas sentiu que precisaria ter um tempo ao lado dele, antes de fazer o funeral.


O casal tem três filhos, Daisy, de dez anos, Max, sete anos, e Poppy, quatro anos. Ela ficou grávida inesperadamente de seu quarto filho em dezembro de 2013.

Fonte: Reprodução/DailyMail e R7.com

 
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário