Mudança de Escola no meio do ano


Me peguei em alguns meses atrás com um certa insatisfação em relação a escola que minha filha de 3 anos estava, mas pensei comigo "ela só tem 3 anos, dá pra segurar até o fim do ano".
Primeiro foi um machucado, super grave, que não foi notificado e sequer até hoje sabem o que aconteceu, isso já fez a minha confiança que era de 100% cair mais que pela metade, mas decidi assim manter, porque crianças caem, se machucam e tal, mas é imperdoável uma escola não saber ou notificar a mãe em qualquer acidente.
Aí veio a insatisfação com cobranças de festas, cobranças na minha opinião abusivas por causa dos valores cobrados, mas que pela felicidade da minha filha eu aceitava pagar e participar, mas aí vem a decepção do preço pago em meras porcarias, aí veio também mudança de professores, é complicado acontecer isso no meio do ano, mexe com a cabecinha das crianças e varios e vários tipos de insastifação.

Então comecei a reparar um comportamento diferente na minha filha, ela que chegava sempre bem da escola, pronta para brincar, começou a chegar e só querer dormir. Minha filha fala super bem e bastante, mas não me falava de jeito nenhum o que acontecia na escola, sabe quando parece ter medo de falar?, era assim que a sentia.
Isso para mim foi demais, pois uma criança que sempre foi feliz, sempre gostouo de brincar e do nada não quer fazer mais nada.
Foi aí que tomei minha decisão, ela tem de mudar de escola e tem de ser agora, não posso esperar!!
Na semana mesmo que a senti triste, junto com ela fomos visitar uma escola, mais próxima de casa, um pouco menor, me senti super bem, super confiante e a Mel também gostou e falou que queria ir para a escola nova.
Foi então que antes de a tirar definitivo da escola atual, quis fazer uma adaptação com a escola nova.

No primeiro dia, ela chorou que não queria entrar, mas a diretora que nos recebeu, a abraçou, mostrou carinho pra ela, falou para eu entrar junto e então ela foi se soltando, fiquei mais ou menos 1 hora e 30 minutos lá dentro com ela, antes de ir embora ela já tinha se soltado de mim e ido para sua nova sala de aula, quando fui buscar, voltou super feliz, sorrindo, falando que queria voltar para a escola nova. No dia seguinte ainda entrei com ela, e no mesmo momento que entrei ela já se soltou. Foi uma semana muito boa, em que já percebi a diferença nela, volta para casa feliz, mais falante, mais segura e o melhor com a vontade de brincar de sempre. Isso me confortou!

Mudanças não são fáceis, a mãe também entra em adaptação.

Antes de tomar minha decisão de mudá-la de escola, eu pesquisei com amigas pedagogas o que uma mudança de escola agora no mês de Maio poderia fazer com a cabecinha de uma criança de 3 anos, todas me passaram a mesma informação, que poderia causar uma tristeza, de repente até uma depressão infantil, mas que é sempre trabalhado coma criança. Mas para a minha sorte isso não ocorreu,muito pelo contrário, para a minha surpresa e até para a direção da nova escola a adaptação delas está muito melhor do que imaginavamos, em menos de uma semana ela já sente vontade de ir para a nova escola, se sente segura, tem atenção, eu que sou a mãe tenho atenção e respeito, minha opinião é escutada, a criança vem em primeiro lugar, os funcionários são respeitados e trabalham com amor e vontade, a escola está de portas abertas para eu entrar a qualquer momento, percebi melhoras já no desenvolvimento da minha filha, pode parecer mentira pra você, mas sim eu percebi.

Ahh sim, ela pediu para voltar para e "escola velha", porém apenas nos 2 primeiros dias de adaptação, e pediu para voltar não pelo ambiente, mas pelo amiguinhos!! Em menos de uma semana, ela não sentiu tanta falta da antiga escola como achei que sentiria.

A mudança pra mim foi a melhor coisa, para minha filha então nem se fala, mil vezes melhor!!

Essa foi a minha experiência, em breve volto a contar como anda o desenvolvimento dela, porque uma semana de adaptação ainda é pouco, se em uma semana ela está feliz eu estou mais ainda.


Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Realmente a escola além de ser parceira da família, é uma extensão da casa, do lar, não podemos deixar em momento algum, que ela se torne um problema. Deve ser sempre aliada. E se estas insatisfações são decisivas para impactar a vida da sua pequena e de sua família, a troca é mais do que necessária. Vc fez muitíssimo bem. Eu nunca tive problemas com a escola da Melissa, mas não hesitaria em mudar se os tivesse

    ResponderExcluir
  2. Quando perdemos a confiança, principalmente se tratando de escola, não tem jeito tem que mudar mesmo, independente do período do ano. Ainda bem que ela já se adaptou à escola nova e vcs estão satisfeitas e felizes.

    ResponderExcluir
  3. Com certeza vc fez a escolha certa, eu como educadora, acostumada a trabalhar com crianças nessa faixa etária te garanto que eles se adaptam muito facilmente em qualquer ambiente, nós é que sofremos por eles!! Você percebeu o sinal que ela deu, estava triste e a escola certa é aquela que deixa seu filho feliz(até postei um card sobre isso hj no meu IG).
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Coração de mãe não se engana né, as vezes nós temos mais medo da mudança do que a própria criança, e que bom que está indo bem e com certeza ficará cada vez melhor

    Bjs Mi Gobbato - Espaço das Mamães

    ResponderExcluir
  5. Menina sofro até hoje com a adptação de Heitor na escola, mas quando sugiro pra ele mudar de escola ele chora que não quer sair de lá, já conheço a escola e confio nela, mas Heitor ainda chora todos os dias quando vou embora, porem olho nas cameras e 5 minutos depois ele ja ta brincando, dai eu fico mais tranquila.
    Beijos
    Gleysa
    demamaeursa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. OI Tânia, que bom que ocorreu tudo bem com a mudança de escola. Não dá para deixar os filhos m uma escola que a gente não está confortável e ainda mais quando a criança chega triste. Com certeza, nesse caso, o risco da mudança é menor do que o risco de não mudar.
    Que fique tudo bem na nova escola.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir