O que é o suor noturno infantil?







Seu filho vai dormir fresquinho, mas acorda cheio de suor quase todos os dias? O problema é mais comum do que parece e pode ter as mais diferentes causas, desde o simples calor excessivo até problemas que precisam de uma atenção a mais dos papais e mamães. Para combater o suor noturno, entenda as causas e descubra possíveis soluções.

Preste atenção nas condições do quarto do seu filho 




O primeiro passo é prestar bastante atenção nas condições do quartinho do seu filho. Os papais e mamães, temendo que o pequeno sinta frio durante a noite e adoeça, tendem a exagerar um pouco na quantidade de roupas e agasalhos, além de deixarem o ambiente sem circulação de vento. A dica é observar a temperatura do seu corpo para avaliar quantas roupinhas a criança vai precisar, não precisando incluir novas peças no pequeno. Para os bebês, no entanto, vale pensar em adicionar apenas uma coberta ou peça de roupa a mais do que a usada por você.

Observar metabolismo do seu filho durante o dia também te ajudará a entender como deve deixar o ambiente durante a noite. Crianças que sentem muito calor e costumam ficar suadas com facilidade, tendem a também sofrer mais com suor noturno, enquanto as mais friorentas podem precisar de uma coberta reserva durante a noite de sono.

Suor noturno também pode alertar para doenças mais sérias

Eliminando as possibilidades do próprio calor do seu filho, o suor noturno pode indicar alguns problemas mais sérios e precisa ser investigado junto a um médico. Para a criançada, algumas das principais causas da sudorese noturna podem estar relacionadas a infecção aguda ou crônica, estresse, medo, baixo açúcar no sangue se ele for diabético, efeito colateral a algum medicamento, desidratação ou até mesmo tumores. Por isso, contar com uma análise especializada é indispensável para garantir que seu filho permaneça saudável.

Fonte: Playkids

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Meu filho tem suores noturnos até mesmo em dias de frios

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir