Gêmeos - Cor de pele diferente

Essa semana uma reportagem sobre uma britânica que deu a luz a gêmeas com tom de pele diferente bombou na internet.
Eu não imaginava que um caso desse pudesse ser tão falado, pois eu achava algo completamente normal, já que tenho um caso na minha família assim.

Laura e Lorenzo - 1 mês de vida

Laura e Lorenzo, hoje já com 1 ano e 10 meses são gêmeos e também tem o tom de pele diferente. A Laura é branquinha e o Lorenzo moreninho.
Eu não sabia que essa era uma condição vamos que se dizer "rara", acontece em 1 a cada 500 casos de acordo com o jornal "The Sun"

Laura e Lorenzo - 6 meses

Pais de cores diferentes, podem ter gêmeos de cores diferentes também. Isso ocorre em casos de gêmeos bivitelinos, ou seja, gêmeos não idênticos. A frequência é bem pequena, cerca de 1 em cada 1 milhão das gestações gemelares, mas pode acontecer", afirma a ginecologista e obstetra Heloisa Brudniewski.

Laura e Lorenzo - 1 ano e 5 meses

Gravidez de gêmeos

Ela (ginecologista e obstetra Heloisa Brudniewski) explica que a gestação de gêmeos bivitelinos - ou seja, quando a mulher libera dois óvulos simultaneamente e os dois são fecundados na mesma relação por dois espermatozoides - funciona como gestação de dois irmãos não gêmeos, mas que ocuparam o útero durante o mesmo período e nasceram ao mesmo tempo. Por isso terão características diferentes. Nesses casos é possível que os pais de cores diferentes tenham gêmeos de cores diferentes também. 

 Laura e Lorenzo - 11 meses

Mudanças na pele, cabele e olhos do bebê

Ainda segundo a médica, é comum em gêmeos bivitelinos que eles nasçam parecidos e fiquem diferentes à medida que crescem. "Eles não são geneticamente iguais, apenas nasceram no mesmo momento e, como a maioria dos irmãos não gêmeos, podem ser parecidos, mas terão muitas características diferentes que vão se evidenciando ao longo do tempo", diz.
Daniele e os filhos Gêmeos Laura e Lorenzo aos 7 meses
 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário